Coronavírus

Covid-19: Costa fala em medidas “estritamente necessárias” e pede normalidade

O primeiro-ministro explica que o encerramento das fronteiras até agora não se justificou.

Especial Coronavírus

António Costa explicou que o Governo está a tomar as medidas necessárias para conter a propagação do novo coronavírus, mas “não mais longe do que o necessário” porque diz que deve ser mantida a normalidade.

O primeiro-ministro diz ainda que não se justificou até ao momento o encerramento de fronteiras e espera que “não se venha a justificar”.

As medidas adotadas pelo Governo

Duas universidades e uma escola em Felgueiras vão fechar como medidas preventivas de controlo ao novo coronavírus.

Foram ainda suspensas visitas a hospitais, lares e estabelecimentos prisionais no Norte do país.

A duração do encerramento vai ser avaliada "caso a caso", informou a ministra da Saúde, Marta Temido.