Coronavírus

Por estes dias #dia 6

PAULO NOVAIS / LUSA

Parece um filme

Especial Coronavírus

Faltam mais de 70 dias, segundo as melhores previsões, para podermos recomeçar aquilo a que chamamos, com desdém, «uma vida normal».

A obrigação de «recolhimento», o #fiqueemcasa e outros sinónimos mais ou menos felizes entraram-nos na cabeça.

Sabemos que temos de ficar em casa, sabemos porque temos de ficar em casa, mas ainda assim... e por estranho que pareça, mesmo que gostemos de estar em casa, custa-nos ficar em casa.

Hoje, ao dia 6, a cidade estava calma, demasiado calma, como se fosse noite de Natal.

Ruas vazias, lojas fechadas, cafés e bares fechados, nenhum transeunte a desafiar a chuva.

Não há grupos de jovens à saía dos restaurantes, risos altos que no dia a dia «normal» nos incomodam, luzes de carros na noite.

A quietude da cidade pesa mais do que qualquer ordem, conselho ou sugestão que nos façam - somos nós mesmos, e a nossa responsabilidade, que se encarregam do auto-isolamento.

De manter a distância, o recato.

Hoje, na varanda, ao olhar para a cidade... vi que nada mexia.

Serão muitos mais dias.

De adaptação,resistência, resiliência.

Coragem, bom humor, preocupação.

Bem se diz que a realidade alimenta, mas consegue ultrapassar a ficção.

Hoje a cidade parecia saíde de um filme de ficção.

Mas é, apenas, a vida real, parte de uma história que estamos a viver.

A nossa.

LEIA TAMBÉM:

  • Estado de emergência vai ser renovado. Desemprego histórico em Espanha

    Coronavírus

    O decreto para renovar o estado de emergência em Portugal é discutido e votado esta manhã pela Assembleia da República. Só ao final do dia é que deve ser comunicado ao país, por Marcelo Rebelo de Sousa. Portugal regista 187 mortes e 8.251 casos de Covid-19. Espanha teve, em março, a maior subida de desempregados num só mês desde que há registo. Siga aqui ao minuto as informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias