Coronavírus

Covid-19: Bruxelas alerta para número "chocante" de "tratamentos milagrosos" na Internet

Andres Martinez Casares

A Comissão Europeia garante estar a trabalhar para resolver esse problema e manter as pessoas seguras.

Especial Coronavírus

A Comissão Europeia alertou esta para o "número chocante" de medicamentos falsos e "tratamentos milagrosos" para a Covid-19 à venda na Internet, e garantiu ação policial para combater este crime cibernético em altura de pandemia.

"A quantidade de crimes cibernéticos na UE aumentou. O número de medicamentos falsos, 'sprays' de desinfeção ou tratamentos milagrosos vendidos 'online' é chocante", declara a presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, num vídeo publicado esta tarde.

Notando que o "medo [da população] criou oportunidades de negócio" para este tipo de crimes na Internet, a responsável garante que a Comissão Europeia está a trabalhar "com os governos nacionais e as agências da União Europeia [UE] para resolver esse problema e manter as pessoas seguras".

Como exemplo, Ursula von der Leyen destaca que o serviço europeu de polícia, a Europol, apreendeu nas últimas semanas "mais de 4,4 milhões de unidades de produtos farmacêuticos ilícitos", deteve 121 pessoas e desmantelou 37 grupos de crime organizado.

A operação da Europol, coordenada pela organização internacional Interpol, abrangeu 90 países em todo o mundo e decorreu entre os passados dias 3 e 10 de março.

No vídeo, Ursula von der Leyen aconselha ainda a população a verificar a credibilidade das páginas da Internet em que este tipo de produtos são vendidos.

"Se uma vacina contra o novo coronavírus for criada, o seu governo e as instituições públicas em geral vão anunciá-lo", diz ainda a responsável.