Coronavírus

Covid-19: China identifica 130 novos casos assintomáticos

Thomas Peter

Dos 36 casos de infeção registados no país nas últimas 24 horas, apenas um é de transmissão comunitária.

Especial Coronavírus

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou hoje que identificou 130 novos casos assintomáticos, portadores do novo coronavírus, mas que não revelam nenhum sintoma da doença da Covid-19.

A mesma comissão informara na terça-feira que, de um total de mais de 1.500 casos assintomáticos que estão a ser isolados e monitorizados, 205 vieram do exterior.

As autoridades indicaram também que foram registados 36 novos casos confirmados da Covid-19 no país continental, que exclui Macau e Hong Kong. Todos, exceto um dos novos casos, foram importados. Nas últimas 24 horas foram ainda registadas mais sete mortes.

Hoje, pela primeira vez, a China passou a contabilizar os casos assintomáticos na contagem oficial. Enquanto a proporção de pessoas que contraíram o vírus, mas permanecem assintomáticas, é atualmente desconhecida, os cientistas dizem que esses portadores ainda podem transmitir a Covid-19.

Como o surto doméstico na China a diminuir significativamente, alguns especialistas questionaram se a dificuldade em identificar casos assintomáticos poderia levar ao ressurgimento de infeções.

A China, onde o vírus foi detetado pela primeira vez em dezembro, registou um total de 81.554 casos e 3.312 mortes desde o início do surto.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 850 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 42 mil. Dos casos de infeção, pelo menos mais de 170 mil são considerados curados.

MAPA INTERATIVO MOSTRA EM TEMPO REAL OS PAÍSES AFETADOS PELO CORONAVÍRUS


Depois de surgir na China, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.