Coronavírus

Covid-19: Mortes no Estado de Nova Iorque sobem para 2.373

Carlo Allegri

Dentro de seis dias os ventiladores podem-se esgotar.

Especial Coronavírus

O total de mortos no Estado de Nova Iorque devido à pandemia de covid-19 ascendeu esta quinta-feira a 2.373, mais 432 que na quarta-feira, e o de infetados com o novo coronavirus a 92.381, mais 8.669.

Na sua conferência de imprensa diária, o governador Andrew Cuomo salientou que a maior parte dos infetados situa-se na cidade de Nova Iorque, com 51.809 casos, mais 4.370 que na véspera.

O ritmo de crescimento dos internados está a colocar a ameaça de esgotamento de ventiladores dentro de seis dias, avançou Cuomo.

Os hospitalizados ascendem a 13.383, mais mil que na quarta-feira, e 3.396 precisaram de cuidados intensivos, com 374 nas últimas horas.Do lado positivo, já foi dada alta a 7.434 pessoas, mais 1.292 que na quarta-feira.

Cuomo, que voltou a referir-se à "batalha do topo da montanha" para descrever as necessidades médicas para responder ao pico de casos com a doença, afirmou na quarta-feira que este pode ocorrer, conforme os modelos, dentro de sete, 21 ou 30 dias.

Para responder às necessidades do momento de maior exigência, o Estado poderia precisar de 110 mil camas, especialmente na zona sul, onde se situa a cidade e os condados mis afetados.

Como detalhou, o Estado contava com 53 mil camas antes de solicitar aos hospitais que duplicassem a capacidade e de se tomarem medidas extraordinárias, como o envio de um navio-hospital militar com mil camas ou a instalação no centro de congressos de um hospital de campanha, com 2.500 camas, entre outras.

O governador afirmou ainda que 85 mil profissionais de saúde se apresentaram como voluntários, 21 mil dos quais provenientes de outros Estados do país, para ajudar. Para responder à falta de materiais, como máscaras, apelou a todas as empresas do Estado, que estejam dispostas a colaborar, para que produzam estes equipamentos.

"Precisamos (desses produtos) já", disse Cuomo, que garantiu que toda a empresa com capacidade e disposta a fazer produzir aqueles materiais vai receber apoio financeiro para a transição, tem garantida a compra do produto final e vai receber um dinheiro extra. Mas salientou que a sua maior preocupação é a escassez de ventiladores.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 940 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 47 mil. Dos casos de infeção, cerca de 180.000 são considerados curados.