Coronavírus

McLaren baixa salários dos pilotos de F1 Carlos Sainz Jr. e Lando Norris

Albert Gea

Pilotos acedem a baixar salários para limitar o impacto económico da pandemia da Covid-19.

Saiba mais...

Os pilotos de Fórmula 1 Carlos Sainz Jr. e Lando Norris acederam a baixar os salários para limitar o impacto económico da pandemia da Covid-19 na escuderia McLaren, confirmou um porta-voz da equipa britânica.

"O Grupo McLaren colocou em trabalho parcial vários funcionários como parte das medidas mais amplas de corte de custos devido ao impacto da pandemia da covid-19 nas suas operações", disse um porta-voz da escuderia ao site informativo Motorsport.com.

Segundo a mesma fonte, esta medida não se aplica apenas aos pilotos, mas diz respeito a todos os funcionários da McLaren, incluindo o diretor executivo Zak Brown, e a equipa britânica de F1 é a primeira a anunciar este tipo de decisão.

As oito primeiras corridas da temporada de F1 foram canceladas ou adiadas - bem como a implementação dos novos regulamentos técnicos, que darão origem a monolugares com aerodinâmica completamente redesenhada -, e o seu início está agora previsto para o dia 14 de junho, no Canadá.

  • "Amal": a viagem de uma marioneta gigante carregada de esperança

    Mundo

    O projeto "The Walk" tem um lema: "Não se esqueçam de nós". Em conjunto com várias organizações culturais e humanitárias, o festival itinerante pretende reproduzir o percurso de uma criança refugiada síria em busca da sua mãe. Amal começou a sua jornada na Turquia e irá passar por oito países, num total de 8.000 quilómetros.

    Filipa Traqueia