Coronavírus

Presidente do parlamento iraniano testou positivo ao novo coronavírus

Omar Sanadiki

23 membros do parlamento do Irão estão infetados com Covid-19.

Especial Coronavírus

O presidente do parlamento iraniano, Ali Larijani, testou positivo ao novo coronavírus, anunciou a televisão estatal da República islâmica, onde diversos deputados já contraíram a doença.

Ali Larijani "efetuou um teste para saber se tinha o coronavírus após ter apresentado uma série de sintomas e o resultado revelou-se positivo. Está atualmente de quarentena e segue um tratamento", precisou a televisão na sua página digital.

Pelo menos 23 membros do parlamento do Irão, que inclui 290 deputados, contraíram a doença, tinha indicado na terça-feira a agência noticiosa estatal Irna. Segundo relatórios oficias, a Covid-19 já provocou a morte a 12 responsáveis ou antigos responsáveis do governo.

As autoridades iranianas anunciaram esta manhã mais 124 mortes provocadas pelo vírus, elevando para 3.160 mortos o balanço oficial da pandemia no Irão. A República islâmica inclui-se entre os países mais atingidos pela Covid-19.

Em 19 de fevereiro anunciou os primeiros casos de contaminação no seu território. Após ter inicialmente evitado a imposição de medidas de confinamento ou de quarentena, o Governo iraniano decidiu em 25 de março proibir as deslocações entre as cidades. Escolas e universidades foram encerradas no final de fevereiro em várias províncias, uma medida depois extensível a todo o país.

Quatro importantes locais de peregrinação religiosa xiita também foram encerrados, em particular na cidade santa de Qom (centro). As orações religiosas de sexta-feira foram anuladas e o parlamento encerrado.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS