Coronavírus

144 ventiladores novos a caminho de Portugal

Khaled Abdullah

144 dos 1.500 ventiladores já encomendados chegam no domingo a Portugal.

Especial Coronavírus

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou este sábado, em conferência de imprensa, que chegam no domingo "144 ventiladores novos" de uma encomenda de um total de 1.500.

"Os primeiros 144 ventiladores novos de uma encomenda de cerca de 1.500 chegam amanhã, resultado de aquisição e doação", disse a ministra, lembrando estarem em lista de espera para entrega "1.298 ventiladores invasivo e 140 não invasivos".

Marta Temido esclareceu que deste total de ventiladores, "alguns correspondem a doações", desde a EDP, GALP, Comunidade Israelita de Lisboa, e também de particulares, sendo que existem igualmente "compras concretas da administração central do sistema de saúde e algumas de instituições do Serviço Nacional de Saúde que fizeram encomendas especificas".

"Aquilo que estamos a receber é aquilo que vai sendo disponibilizado para entrega e os 144 ventiladores chegam amanhã. Sabemos que o voo estava a sair do local de origem, podemos ver imagens de embarque e esperamos que tudo chegue de acordo cm as encomendas realizadas", frisou.

Marta Temido reconheceu ainda que o ministério tem a perceção que o mercado de equipamento, de equipamento de proteção individual e de reagentes "está a funcionar num contexto de grande pressão e enorme agressividade".

À pergunta do jornalista que questionou sobre os desvios de material que têm ocorrido, a ministra afirmou ter nota da situação, mas manteve a convicção de conseguir "na linha de doação e compra todos os equipamentos em falta".

Marta Temido garantiu também que a última entrega dos 500 ventiladores estão agendadas "para meados de abril".

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES DA PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS