Coronavírus

Existem condições para formar mais médicos especialistas em medicina intensiva

Há capacidade para formar profissionais para reforçar os cuidados intensivos em Portugal.

Especial Coronavírus

Portugal tem nesta altura pouco mais de 260 médicos especialistas em medicina intensiva.

João Gouveia, presidente da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, adianta que os especialistas têm condições para formar outros profissionais e supervisionar os casos de doentes em ventilação invasiva.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19