Coronavírus

António Costa pede desculpa pelo aperto de mão ao ministro da Educação

O momento aconteceu no final do Conselho de Ministros.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro António Costa pediu desculpa depois de, esta quinta-feira no final do Conselho de Ministros, ter apertado a mão do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, um gesto que vai contra as regras de distanciamento social.

O momento aconteceu logo após o chefe do Governo ter acabado de responder aos jornalistas e foi captado pelas várias transmissões televisivas:

Mais tarde, através da página do Governo na rede social Instagram, primeiro-ministro e ministro da Educação abordaram o episódio. Num tom descontraído, António Costa pediu desculpa a Tiago Brandão Rodrigues pelo "mau exemplo" que deu:

O vídeo termina com ambos a desinfetarem as mãos com álcool gel: