Coronavírus

O relato de uma médica intensivista nos EUA

Trabalha num dos maiores e mais prestigiados hospitais em Manhattan, o Mount Sinai.

Especial Coronavírus

Sanam Ahmed é médica nos cuidados intensivos no Mount Sinai, em Manhattan. Este hospital tem condições de trabalho acima da média dos colegas intensivistas. E Sanam conta como começa o dia.

Os Estados de Nova Iorque e Nova Jérsia juntos registam cerca de metade dos infetados pelo novo coronavirus nos Estados Unidos e mais de metade dos mortos nos 50 estados norte-americanos.

Donald Trump, que contrariou durante semanas as recomendações dos especialistas e priorizou a economia, aponta agora o dedo à Organização Mundial de Saúde. Primeiro prometeu cortar fundos à OMS, para depois acusar o director-geral de ser tendencioso em relação à China e ter atuado tarde.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19