Coronavírus

China regista 42 novos casos de Covid-19

Stringer .

Foi contabilizada uma vítima mortal na cidade de Wuhan.

Especial Coronavírus

A China registou 42 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, incluindo quatro de contágio local, nas últimas 24 horas, informou hoje a Comissão Nacional de Saúde chinesa.

A mesma fonte indicou que, até à última meia-noite local (17:00 em Lisboa), morreu mais uma pessoa, na cidade de Wuhan, devido a infeção pelo novo coronavírus.

Os quatro casos de infeções "locais", foram localizadas em Cantão, província adjacente a Macau, e na província de Heilongjiang.

O número total de infetados diagnosticados na China desde o início da pandemia é de 81.907, dos quais 3.336 pessoas morreram e, até ao momento, 77.455 pessoas tiveram alta após a superação bem-sucedida da doença, indicaram as autoridades chinesas.

Muitos chineses radicados no exterior estão a voltar ao país, à medida que a doença se alastra pelo resto do mundo, pelo que a China passou a contar com centenas de casos importados.

Desde o início do surto, em dezembro passado, 717.378 pessoas em contacto próximo com infetados estiveram sob vigilância médica na China, entre os quais 11.176 permanecem sob observação. A China revelou ainda que detetou 47 novos casos assintomáticos, elevando o total para 1.198.

A Comissão Nacional de Saúde só começou na semana passada a divulgar o número de pessoas infetadas, mas que não têm sintomas. Desde então, mais de dois terços dos casos de infeção pelo novo coronavírus na China são assintomáticos. Apesar destes novos casos, o número total de "ativos" infetados no país asiático diminuiu para 1.116, uma vez que o número de pacientes que receberam alta foi maior que o de novas infeções. A Comissão Nacional de Saúde da China disse que apenas 144 pacientes permanecem em estado grave no país asiático devido à doença.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 89 mil. Dos casos de infeção, mais de 312 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19