Coronavírus

Equador passa os mil mortos pelo novo coronavírus

Santiago Arcos

É o terceiro país da América Latina mais afetado pela pandemia.

Especial Coronavírus

O Equador ultrapassou esta sexta-feira os mil mortos associados à covid-19, registando 1.063 óbitos, 163 dos quais nas últimas 24 horas, anunciou hoje o governo.

O país detetou o seu primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus a 29 de fevereiro e, desde então, registou 26.336 casos de infetados, 1.402 dos quais nas últimas 24 horas.

Até ao momento 1.913 pessoas infetadas foram dadas como curadas. Este país de 17 milhões de habitantes é o terceiro da América Latina mais afetado pela pandemia, a seguir ao Brasil e ao México.

Os habitantes estão confinados desde o dia 17 de março e o governo planeia diminuir as restrições impostas -- suspensão de atividades, encerramento de escolas, limitação de circulação de veículos -- a partir de segunda-feira e por área geográfica.

A Europa totalizava hoje às 11:000 TMG (mais uma hora em Lisboa) 138.457 mortos em 1.481.706 casos, os Estados Unidos e o Canadá 66.262 mortos (1.123.047), a América Latina e as Caraíbas 11.350 mortos (215.882 casos), a Ásia 8.596 mortos (223.393 casos), o Médio Oriente 6.768 mortos (173.300 casos), a África 1.625 mortos (38.790 casos) e a Oceânia 118 mortos (8.085 casos).

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS