Coronavírus

Governo diz que dever de recolhimento mantém-se com a entrada no estado de calamidade

Governo diz que dever de recolhimento mantém-se com a entrada no estado de calamidade

A PSP está com dificuldades em aceder à informação da Direção-Geral da Saúde.

Especial Coronavírus

As autoridades de saúde lembram que, com a entrada no estado de calamidade, o dever cívico de recolhimento mantém-se e deve ser respeitado e o Governo garantiu que há máscaras disponíveis à venda e espera que o abastecimento seja constante.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS