Coronavírus

Patrões já podem medir a temperatura dos trabalhadores

Benoit Tessier

Decreto-lei foi publicado no âmbito da Covid-19.

Especial Coronavírus

A partir de agora os patrões já podem medir a temperatura dos trabalhadores e impedi-los de trabalhar com febre.

A medida excecional e temporária é tomada no contexto da pandemia e as empresas não poderão guardar as informações de saúde dos funcionários. A monitorização serve apenas para proteção da saúde do próprio e de terceiros.

A medição de temperatura é uma das principais medidas de prevenção na China e está a ser aplicada em grande parte do mundo. Em Portugal, apenas nos aeroportos, hospitais e algumas empresas como o Metro de Lisboa a medição da febre já estava a ser feita a quem entra nos edifícios.

O Governo já tinha acenado com a medida que foi na sexta-feira transformada em lei à revelia das dúvidas da Comissão Nacional de Proteção de Dados e da Ordem dos Advogados que considerou ilegal medir temperatura aos trabalhadores.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19