Coronavírus

Confinamento em França chega ao fim a 11 de maio

Benoit Tessier

Mas com mais restrições em quatro regiões, incluindo a região parisiense.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, anunciou esta quinta-feira que o confinamento em França vai mesmo chegar ao fim no dia 11 de maio, mas com mais restrições em quatro regiões incluindo a região parisiense.

"Na maior parte do país, conseguimos travar a vaga epidémica. Temos margem de manobra nos hospitais e estamos prontos para os testes. Noutras, o vírus ainda circula ativamente", referiu Édouard Philippe.

Assim, vai ser possível circular sem que seja necessário apresentar uma justificação escrita, como acontecia até aqui, mas algumas medidas como o encerramento de parques e jardins e controlos nos transportes públicos vão manter-se em quatro regiões: Ile-de-France (região parisiense), Hauts de France, Bourgogne-Franche-Comté e Grand-Est.

Nas restantes regiões francesas, vai ser estudado a partir de junho a possibilidade de abertura de liceus e cafés, assim como outras estruturas.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS

  • Medo, solidão e falta de afetos: como a pandemia lhes mudou a vida

    Coronavírus

    No Dia Internacional do Idoso, contamos a história de duas pessoas que têm em comum a solidão. A de Zulmira Marques, de 92 anos. Há 6 meses era alegre e passeava com as amigas quase todos os dias. Depois veio a pandemia e ficou “completamente sozinha” durante três meses. Agora não quer sair de casa. Tem vários medos. A outra é a de Maria do Céu. Morreu em junho, aos 87 anos. Os últimos dias de vida foram passados numa cama de hospital. Não pôde despedir-se das duas filhas.

    Rita Rogado