Coronavírus

Mundial de MotoGP pode arrancar em julho com duas provas em Jerez

Lai Seng Sin

A decisão foi tomada após uma renião por videoconferência entre os representantes da Junta da Andaluzia (governo regional), de Jerez de la Frontera e a Dorna Sports, organizadora do campeonato.

Saiba mais...

O campeonato do mundo de MotoGP, suspenso devido à pandemia covid-19, deverá arrancar em julho com dois grandes prémios consecutivos e sem público no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

A decisão foi tomada após uma renião por videoconferência entre os representantes da Junta da Andaluzia (governo regional), de Jerez de la Frontera e a Dorna Sports, organizadora do campeonato, no qual participa o português Miguel Oliveira na categoria máxima (MotoGP), entidades que vão agora propor ao governo espanhol a sua autorização, bem como à Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

Além destes dois grandes prémios, a serem disputados em 19 e 26 de julho nas três categorias (MotoGP, Moto2 e Moto3), o acordo anunciado pelo vice-presidente da Junta da Andaluzia, Juan Marin, prevê uma prova do mundial de Superbikes em 02 de agosto, igualmente no circuito de Jerez.

Apesar de o comunicado divulgado não explicar em que condições serão organizadas as corridas, o espanhol Carmelo Ezpeleta, responsável máximo da Dorna, precisou que as provas serão disputadas à porta fechada, sem público nem comunicação social, e com controlos sanitários regulares aos membros das equipas presentes.

De acordo com a página do MotoGP, a partir do momento em que seja dada 'luz verde' por parte das autoridades espanholas, seguirá uma proposta para a FIM para que esta inclua as provas nos respetivos calendários.

Entre vários cancelamentos e adiamentos devido ao novo coronavírus, a FIM deverá agora reorganizar os seus calendários, sendo que, além do Grande Prémio de Espanha, ainda estão por confirmar os grandes prémios de França, Itália e Catalunha (Espanha), tendo sido anulados os do Qatar, da Alemanha, dos Países Baixos e da Finlândia.

No último calendário atualizado da FIM figuravam 12 provas, com o Grande Prémio da República Checa a encabeçar a lista (09 de agosto).

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados -- nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América -- ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 260 mil mortos e infetou cerca de 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino