Coronavírus

Covid-19: Mais 751 mortos no Brasil nas últimas 24 horas 

RICARDO MORAES

O aumento no número de mortes no país foi de 8,2%.

Saiba mais...

O Brasil ultrapassou esta sexta-feira a barreira dos 700 óbitos diários associados ao novo coronavírus, tendo registado nas últimas 24 horas o recorde de 751 mortes, num total de 9.897 vítimas mortais desde o início da pandemia.

Os números foram divulgados pelo Ministério da Saúde, que anunciou ainda existirem 10.222 novos infetados nas últimas 24 horas, totalizando 145.328 pessoas diagnosticadas com covid-19.

O aumento no número de mortes no Brasil foi de 8,2%, passando de 9.146 na quinta-feira, para 9.897 hoje. Já em relação ao número de infetados, o crescimento foi de 7,5%, passando 135.106 para 145.328 casos confirmados.

Em todo o território brasileiro, são já 24 das 27 unidades federativas do país a terem mais de mil casos da doença. Na quarta-feira, eram 19.

São Paulo, o estado mais rico e populoso do país, continua a ser a unidade federativa que concentra o maior número de casos, contabilizando oficialmente 3.416 mortos e 41.830 infetados.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 271 mil mortos e infetou quase 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino