Coronavírus

Nove idosos infetados com coronavírus retirados de lar em Loures

Christian Hartmann

Para que o andar onde estavam pudesse ser desinfetado.

Especial Coronavírus

Nove idosos infetados com covid-19 foram esta terça-feira retirados do lar onde se encontravam, no concelho de Loures, em Lisboa, por determinação do delegado de saúde, para que o andar onde estavam pudesse ser desinfetado.

Em declarações à agência Lusa, o vereador com o pelouro da Coesão Social e Habitação na Câmara Municipal de Loures, Gonçalo Caroço (CDU), explicou que foi necessário retirar os utentes e colocá-los num lugar alternativo.

"A Comissão Municipal da Proteção Civil decidiu ativar um espaço que está preparado para [funcionar como] lar, ainda não tem o processo complemente concluído, mas estava disponível e, portanto, foi acionado esse local", disse, acrescentado que os idosos "já lá estão".

De acordo com o autarca, a desinfeção será feita na quarta-feira, indicando que os utentes poderão regressar ao lar, na localidade de Montemor, no dia seguinte.

Gonçalo Caroço alertou ainda que os nove casos "apareceram agora" e que o município aplicou a "medida que a autoridade de saúde decidiu", referindo que há mais casos de doentes, mas estão hospitalizados.

"São nove. apareceram agora e, como tal, teve de ser tomada esta decisão", realçou.

Segundo Gonçalo Caroço, os nove doentes não terão de ser hospitalizados, para já, estando pendentes de "decisões médicas" caso haja evolução.

Com 28 utentes, o lar, em conjunto com a Segurança Social, conseguiu apoio da Cruz Vermelha, que está a acompanhar os nove idosos infetados com a covid-19 e os restantes que não tiveram de abandonar o espaço.

À Lusa, o vereador revelou que a operação foi feita pelos Bombeiros Voluntários de Loures e coordenada pela Proteção Civil, contando também com a presença da Polícia Municipal.

De acordo com o sítio oficial da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o alerta foi dado às 08:20 e estiveram 22 operacionais e 13 veículos no local.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 283 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Quase 1,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.144 pessoas das 27.679 confirmadas como infetadas, e há 2.549 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.