Coronavírus

TAP poderá despedir 1.700 trabalhadores

Francisco Seco

Existem contratos a termo que não estão a ser renovados.

Especial Coronavírus

A injeção de capital na TAP não deverá evitar uma redução do pessoal e da frota da companhia aérea portuguesa. Estima-se que haja uma quebra de 25% nos aviões e 10% nos funcionários.

ESPECIAL CORONAVÍRUS