Coronavírus

Trump publica sondagem falsa no Twitter

Trump publica sondagem falsa no Twitter

Segundo o Washington Post, o Presidente dos EUA inventou uma sondagem que lhe daria 96% de aprovação dentro do partido Republicano.

Especial Coronavírus

Donald Trump argumenta que foi feito tudo para salvar vidas, mas a conduta do próprio Presidente mostra que terá sido um dos piores exemplos para os norte-americanos.

Inicialmente Donald Trump desvalorizou o novo coronavírus e na possibilidade de uma nova onda pandémica, promete repetir o erro.

De visita à fábrica da Ford no Michigan, para promover a produção de ventiladores, Trump continuou a pressionar pela reabertura do país.

O chefe de Estado insiste em não usar máscara, desprezando os conselhos dos especialistas e vincando a descortesia para com os que o rodeiam.

A aproximar-se rapidamente dos 100 mil mortos, o país já estava enlutado, mas os edifícios públicos estão agora, por ordem de Trump, com as bandeiras a meia haste.

Três dias de luto decretados no Twitter, entre publicações em que aponta como falsas as sondagens desfavoráveis e até, segundo o Washington Post, a inventar uma que lhe daria 96% de aprovação dentro do partido Republicano.