Coronavírus

Covid-19 aumenta fome, isolamento e violência na América do Sul

Covid-19 aumenta fome, isolamento e violência na América do Sul

A região já é a mais afetada pelo surto do novo coronavírus. 

Especial Coronavírus

O Peru prolongou o estado de emergência, numa altura em que a fome nos bairros mais desfavorecidos de Santiago do Chile já motivou confrontos com a polícia.

O hospital de campanha de Lambayeque, a norte do Peru, é a resposta mais recente do país latino-americano no combate à covid-19.

Depois de ter registado mais de 110 mil infeções e quase 3 300 mortes pelo novo coronavírus, o Presidente do Peru anúnciou a quinta extensão do estado de emergência no país.

No Chile, a quarentena deixou os bairros mais desfavorecidos da cidade de Santiago ainda mais isolados.

A fome é uma preocupação crescente no país que já registou mais de 61 mil casos de infeção pelo novo coronavírus.

O governo já pôs em prática um programa de ajuda alimentar que não evitou alguns confrontos e o lançamento de gás lacrimogéneo contra a população.