Coronavírus

Conselho de Ministros reunido para aprovar medidas da nova fase da retoma

ANTÓNIO COTRIM

Governo pondera adiar reaberura dos shoppings na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Especial Coronavírus

O Conselho de Ministros reúne-se esta sexta-feira para avaliar a segunda fase de desconfinamento e definir em que moldes concretos se irá proceder à terceira, que entra em vigor na próxima semana.

De acordo com o plano de desconfinamento do Governo, a partir de 1 de junho (Dia da Criança e o início da terceira fase do levantamento das restrições), os mais novos podem voltar a frequentar os jardins de infância.

No mesmo dia deverão reabrir os cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos, mas com regras. As sessões deverão ter lotação reduzida e deve ser acautelado o distanciamento físico entre os espetadores, que terão lugares marcados.

A partir de junho, as empresas poderão também recorrer ao teletrabalho parcial, desde que os trabalhadores tenham "horários desfasados ou equipas em espelho".

De acordo com o plano de desconfinamento, na terceira fase deverão reabrir as Lojas do Cidadão com obrigatoriedade do uso de máscara e atendimento por marcação prévia.

Para esta fase está prevista também a reabertura ao pública de lojas com área superior a 400 metros quadrados, ou inseridas em centros comerciais.

As dúvidas persistem, contudo, em matéria de centros comerciais, já que o Governo está a ponderar adiar a reaberura dos shoppings em Lisboa e Vale do Tejo, devido ao acentuado número diário de novos casos na região.

À saída da reunião de ontem no Infarmed, o Presidente da República garantiu que a evolução da pandemia na região não está fora de controlo, mas reconhece que a situação é preocupante.

VEJA MAIS NO ESPECIAL CORONAVÍRUS

  • Uma Casa Cheia
    13:06