Coronavírus

Covid-19: Bolsonaro não quer divulgar dados acumulados para evitar inconsistências

Nas últimas 24 horas, foram registadas 904 vítimas mortais.

Especial Coronavírus

O Brasil deixou de divulgar dados acumulados sobre a pandemia e passou a anunciar apenas os registos diários de novas infeções e vítimas mortais de Covid-19.

Há quem acuse Jair Bolsonaro de impôr a lei da rolha e impedir o livre acesso à informação. O presidente brasileiro diz que a medida que entrou este domingo em vigor pretende apenas evitar inconsistências nos dados.