Coronavírus

Covid-19: França registou mais 23 mortes mas sem sinais de novos surtos

MOHAMMED BADRA

Pandemia de covid-19 já provocou mais de 29 mil mortes em França.

Especial Coronavírus

A França registou 23 mortes atribuídas ao coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 29.319 o número de óbitos desde o início da pandemia de covid-19, sugerindo, um mês após o início do confinamento, que não há sinais de novos surtos.

"Quase um mês após o início do confinamento, o conjunto de indicadores epidemiológicos para monitorização a nível nacional é satisfatório em todo o território metropolitano e não mostra surto epidemiológico", informou a Direção-Geral da Saúde francesa, em comunicado.

Os indicadores mostram um declínio constante na circulação do vírus responsável pela covid-19 em França nas últimas oito semanas, exceto nos territórios ultramarinos de Mayotte e Guiana.

Atualmente, existem 11.678 pessoas internadas infetadas com o coronavírus, mas o número de hospitalizações diárias continua a cair.

Desse total, 933 pacientes estão em estado grave internados em cuidados intensivos, mas o número também caiu, com 22 menos pacientes do que na terça-feira.

Desde o início da pandemia, no dia 1 de março, 29.319 pessoas morreram da doença em França, das quais 18.935 morreram em hospitais e as restantes em centros de cuidados continuados e lares de idosos, cujo total não será atualizado até ao dia 16 de junho.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 411 mil mortos e infetou mais de 7,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.