Coronavírus

Sentimento ecónomico com subida mensal recorde em junho na zona euro e UE

Rafael Marchante

Aumentou de 8,2 pontos para os 75,7 face a maio na zona euro e de 8,1 pontos para os 74,8 na União Europeia.

Saiba mais...

O sentimento económico recuperou cerca de 30% das quebras de março e abril, devidas à pandemia da covid-19, tendo registado em junho uma subida mensal recorde na zona euro e União Europeia (UE), segundo dados da Comissão Europeia.

Em junho, o sentimento económico aumentou 8,2 pontos para os 75,7 face a maio na zona euro e 8,1 pontos para os 74,8 na UE, segundo dados esta segunda-feira divulgados pela Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, as subidas mensais mais acentuadas registadas até agora em ambas as áreas.

Avançou, em junho, nas cinco maiores economias da zona euro

O sentimento económico avançou, em junho, nas cinco maiores economias da zona euro, com maior expressão em França (9,4 pontos), seguindo-se a Holanda (8,3), Espanha e Itália (8,2 cada) e Alemanha (6,6).

O indicador de expectativas de emprego, por seu lado, subiu também pelo segundo mês consecutivo, com um avanço de 12,7 pontos para os 82,8 na zona euro e de 11,9 para os 82,7 na UE.

Em maio, o sentimento económico tinha já subido 2,7 pontos para os 67,5 na zona euro e 2,9 pontos para os 67,5 na UE, com as expectativas de emprego a crescerem, nesse mês, 11,2 em ambas as zonas (para os 70,1 pontos nos países do euro) e 70,8 nos 27 Estados-membros.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino