Coronavírus

Adiada cerimónia dos prémios do Sindicato dos Atores de Hollywood em 2021

Chris Pizzello

A pandemia provocada pelo novo coronavírus teve consequências devastadoras tanto na produção como na exibição em Hollywood.

Especial Coronavírus

A gala de atribuição dos prémios do Sindicato de Atores de Hollywood (SAG) em 2021 vai ser adiada de 24 de janeiro para 14 de março, foi esta quinta-feira anunciado.

Os organizadores anunciaram, em comunicado, que vão prorrogar o prazo das inscrições para os prémios, para que os artistas cujos filmes e séries sejam lançados antes de 28 de fevereiro de 2021 possam participar.

As nomeações para a 27.ª edição dos SAG serão anunciadas em 4 de fevereiro.

As consequências da pandemia em Hollywood

A pandemia provocada pelo novo coronavírus teve consequências devastadoras tanto na produção como na exibição em Hollywood, com as filmagens interrompidas e os cinemas fechados durante meses.

A crise também alterou o habitual calendário de prémios.

Os Óscares, que deveriam realizar-se em 28 de fevereiro, foram adiados para 25 de abril.

Os Globos de Ouro, que normalmente abrem a época de prémios, no início de janeiro, terão lugar no dia 28 de fevereiro, data inicialmente prevista para os Óscares.

Depois dos SAG, espera-se que os restantes prémios dos sindicatos de Hollywood também se adaptem ao novo calendário: dos produtores, argumentistas, realizadores, entre outros.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 516 mil mortos e infetou mais de 10,71 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.