Coronavírus

Mais de 93 mil pessoas inscritas em centros de emprego do que em março

Entre maio e junho, duas mil pessoas ficaram sem posto de trabalho.

Saiba mais...

Relativamente a março, há mais de 93 mil pessoas inscritas nos centros de emprego.

Em entrevista à Renascença e ao jonal Público, a ministra do Traballho garantiu que já está a verificar-se uma desaceleração nos novos pedidos de subsídio de desemprego.

O desemprergo em Portugal

Pelas contas do Instituto Nacional de Estatística, a pandemia já fez desaparecer quase 200 mil postos de trabalho em Portugal e só no mês de maio 104 mil pessoas perderam o emprego.

Os dados provisórios apontam que em maio houvesse quatro milhões e 600 mil pessoas a trabalhar, menos 2,2% face a abril.

No entanto, o número de inativos continua a esconder o desemprego, os dados chegam até a ser contraditórios. O problema são as pessoas sem emprego excluídas das estatísticas, como é o caso de quem não trabalha e não recebe o subsídio de desemprego.