Coronavírus

Mais de 93 mil pessoas inscritas em centros de emprego do que em março

Mais de 93 mil pessoas inscritas em centros de emprego do que em março

Entre maio e junho, duas mil pessoas ficaram sem posto de trabalho.

Especial Coronavírus

Relativamente a março, há mais de 93 mil pessoas inscritas nos centros de emprego.

Em entrevista à Renascença e ao jonal Público, a ministra do Traballho garantiu que já está a verificar-se uma desaceleração nos novos pedidos de subsídio de desemprego.

O desemprergo em Portugal

Pelas contas do Instituto Nacional de Estatística, a pandemia já fez desaparecer quase 200 mil postos de trabalho em Portugal e só no mês de maio 104 mil pessoas perderam o emprego.

Os dados provisórios apontam que em maio houvesse quatro milhões e 600 mil pessoas a trabalhar, menos 2,2% face a abril.

No entanto, o número de inativos continua a esconder o desemprego, os dados chegam até a ser contraditórios. O problema são as pessoas sem emprego excluídas das estatísticas, como é o caso de quem não trabalha e não recebe o subsídio de desemprego.