Coronavírus

Retomadas ligações aéreas entre os Açores e os Estados Unidos

Primeiro voo vindo de Boston aterrou esta quinta-feira no aeroporto de Ponta Delgada.

Especial Coronavírus

Os Estados Unidos tem uma das maiores comunidades de açorianos no mundo, sendo também o país com mais infetados.

A maioria dos passageiros que chegou a Ponta Delgada não trazia teste à Covid-19. Porém quem escolhe ser testado nos Açores
é obrigado a ficar em isolamento até conhecer o resultado dos testes.

De acordo com a Azores Airlines, as ligações são retomadas ao abrigo das excepções previstas na lei. A partir desta semana Boston passa a ter cinco ligações por semana e Toronto, no Canadá, outras cinco, ligando diretamente os Açores ao outro lado do Oceano Atlântico.

Azores Airlines retomaram na quarta-feira voos internacionais

Em comunicado enviado à agência Lusa, a empresa adianta que retomou os seus voos com Boston (Estados Unidos da América), onde reside um grande número de emigrantes açorianos, Toronto (Canadá), Frankfurt (Alemanha) e, "mais tarde, em agosto, Cabo Verde".

A programação da retoma dos voos internacionais da Azores Airlines inclui cinco ligações por semana em julho e outubro e sete ligações em agosto e setembro para Boston, cinco voos por semana para Toronto e duas vezes por semana para Frankfurt, indicou a companhia à Lusa.

A transportadora aérea SATA já tinha retomado em junho as ligações aéreas da Azores Airlines com o continente português, que estavam também suspensas devido à covid-19.

Detetado um caso positivo de Covid-19 nos Açores na quarta-feira

Os Açores diagnosticaram um caso positivo de covid-19 em São Miguel, uma criança de 10 anos, não residente no arquipélago, que desembarcou na região proveniente do continente, adiantou esta quarta-feira a Autoridade de Saúde Regional.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde Regional informa que, "decorrente das 852 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da região nas últimas 24 horas, foi diagnosticado um caso positivo de covid-19 na ilha de São Miguel", um "indivíduo do sexo masculino, com 10 anos, não residente nos Açores, que desembarcou na região em 27 de junho, proveniente de ligação aérea com o território continental".

A criança, segundo a Autoridade de Saúde dos Açores, "é filho do mais recente caso positivo registado na região e com o qual coabita", "apresenta situação clínica estável e está a cumprir "isolamento profilático, desde a chegada à região, no local onde se encontra alojado".