Coronavírus

Orçamento suplementar aprovado apenas com votos a favor do PS 

PCP votou contra pela primeira vez desde 2016.  

Especial Coronavírus

O orçamento suplementar foi esta sexta-feira aprovado com votos a favor do PS e as abstenções do PSD, Bloco de Esquerda e PAN que ajudaram a viabilizar o documento.

António Costa desvaloriza o voto contra do PCP e diz que foi uma exceção à regra.

Orçamento suplementar aprovado com várias alterações

Nas últimas semanas, os partidos negociaram várias alterações ao orçamento suplementar. O PS diz que as mudanças, onde se inclui um prémio que será pago aos profissionais de saúde, não beliscam o quadro orçamental do Governo.

Os apoios aos sócios gerentes obrigaram a muitas conversas de bastidores e a maioria das propostas foi chumbada pelo PS. Os socialistas viabilizaram apenas a do PSD, que durante o processo da especialidade retirou os apoios aos trabalhadores independentes do texto.

Outra das mudanças é a aprovação de um subsídio extraordinário de desemprego. E se há propostas que vão custar dinheiro, também há as que permitem ao Estado poupar e aumentar a receita, como a proibição de apoios a empresas com sede em offshore e da criação de um contributo adicional que vai ser imposto ao setor bancário.