Coronavírus

Covid-19: Estrangeiros que cheguem a Portugal sem teste negativo vão ter de o pagar do próprio bolso

Rafael Marchante

Estas obrigações aplicam-se a estrangeiros sem residência em Portugal, que venham de países considerados de risco pela DGS, incluindo países de língua oficial portuguesa e Estados Unidos.

Especial Coronavírus

Os cidadãos estrangeiros, sem residência em Portugal, e que não tenham um teste negativo, vão ter de o fazer à chegada, no aeroporto, e pagá-lo do próprio bolso.

Estas obrigações aplicam-se aos países considerados de risco pela Direção-Geral da Saúde, incluindo países de língua oficial portuguesa e Estados Unidos.

A medida entrou em vigor este sábado e aplica-se aos aeroportos geridos pela ANA, em território continental.

Previstas multas de mil euros às companhias que transportem passageiros que não cumpram as regras

Segundo o despacho publicado em Diário da República é ainda obrigatória a medição da temperatura.

Estão previstas multas de mil euros às companhias áereas que transportarem os passageiros que não cumpram as novas regras.

Caso o passageiro se recuse a fazer e a pagar o teste, fica proibido de entrar no país e a companhia aérea fica responsabilizada pelo custos do regresso do passageiro ao local de origem.

Aeroporto da Madeira testa todos os passageiros que chegam à ilha

Os testes de rastreio aos passageiros desembarcados no aeroporto da Madeira começaram na última quarta-feira.

O rastreio é feito na zona das chegadas e existem dois corredores, o verde para quem traz teste e o azul para quem faz à chegada.

Os primeiros 284 passageiros a serem testados chegaram do Porto e de Lisboa, falam em demora no processo, mas compreendem a necessidade.

No Porto Santo, o rastreio será feito nos hotéis.