Coronavírus

António Costa alerta para abalo na economia europeia e pede acordo já

Conselho Europeu acontece nos próximos dias 17 e 18.

Especial Coronavírus

António Costa recebeu esta terça-feira o primeiro-ministro italiano no Palácio de São Bento. No fim da reunião, o primeiro-ministro português salientou a importância da aprovação da proposta da Comissão Europeia na próxima semana.

Reconhece que a economia da União Europeia vai sofrer um grande abalo devido à pandemia de Covid-19 e que as previsões da Comissão Europeia divulgadas hoje "revelam bem a urgência de que haja um acordo" no Conselho Europeu deste mês.

Perante os jornalistas, tanto António Costa, como Giuseppe Conte, referiram-se ao facto de a Comissão Europeia ter agravado as suas previsões económicas para todos os Estados-membros, sendo que no caso de Portugal se estima agora uma contração de 9,8% do PIB muito acima da anterior projeção de 6,8%, mas também da do Governo, de 6,9%.

Veja também: