Coronavírus

Governo acaba com reuniões com especialistas e políticos no Infarmed

Partidos só souberam da decisão quando Marcelo falava aos jornalistas.

Especial Coronavírus

O Governo acabou com as reuniões que juntavam cientistas, Governo e partidos políticos no Infarmed a cada 15 dias. Pela primeira vez, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa não usaram da palavra durante a reunião.

Partidos políticos souberam que foi o último encontro quando Marcelo falava aos jornalistas

Enquanto aguardava que os participantes saissem da sala, o Presidente confidenciou com o presidente da Assembleia da República que iria fazer "adotar um estilo diferente" visto que aquela era a última reunião. "Décima e última", acrescentou Ferro Rodrigues que, tal como o primeiro-ministro, já conhecia a decisão.

Os dados avançados pelo Presidente e pelos deputados indicam que o número de surtos de covid-19 ativos em Portugal aumentou 230% nos últimos 15 dias. Só em Lisboa o número quadruplicou, passando de 12 surtos ativos, há duas semanas para 48, hoje.

102 surtos ativos fora de Lisboa

Já fora de Lisboa, havia 53 surtos ativos há duas semanas e hoje há 102 - mais do dobro. Não se sabe onde contrairam o vírus mais de um quarto dos infetados no centro e norte do país.

Em Lisboa, não foi possível perceber onde 18% dos doentes foram infetados.