Coronavírus

Câmara de Vizela admite possível surto de Covid-19 no concelho

Denis Balibouse

Portugal tem 45.679 casos de Covid-19.

Especial Coronavírus

A Câmara de Vizela admitiu hoje a "possibilidade de um surto" de covid-19 no concelho, depois de ter encerrado as atividades de tempos livres de uma escola onde foram confirmados dois casos positivos numa funcionária e numa criança.

Na quarta-feira, a câmara informou ter encerrado as atividades de tempos livres da Escola Básica 1 e do Jardim de Infância de Torre Tagilde, que estavam a ser frequentadas por 10 crianças, por ter sido detetado um caso de covid-19 numa funcionária.

Hoje, à Lusa, o presidente da câmara informou que uma das crianças que frequentava a Escola Básica de Tagilde está também infetada com covid-19, aguardando-se ainda os resultados dos testes realizados na comunidade escolar.

"Assim, e colocada a possibilidade de um surto, e apesar da situação já se encontrar a ser acompanhada pelas autoridades de saúde, a câmara municipal apela aos vizelenses para se manterem em casa, para assim, evitar a transmissão da doença na nossa comunidade", pede a autarquia em comunicado.

Apela-se nomeadamente que a população não se desloque ao S. Bento - visita que "pode ser realizada em qualquer outro dia durante o ano" - ou ao Parque das Termas, "em particular no domingo, para assistir ao programa da RTP Aqui Portugal".

"Evite a concentração de pessoas. Veja o programa em casa na televisão, em mais um momento de promoção e divulgação de Vizela", lê-se no comunicado da autarquia.

Portugal contabiliza pelo menos 1.646 mortos associados à covid-19 em 45.679 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A pandemia de covid-19 já provocou 555 mil mortos e infetou mais de 12,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.