Coronavírus

Um município de Badajoz está em alerta devido ao surto de Covid-19 em Reguengos de Monsaraz

NUNO VEIGA

Serviços de saúde da Estremadura espanhola vão acompanhar de forma "muito rigorosa" a situação epidemiológica num município que faz fronteira com Reguengos de Monsaraz.

Especial Coronavírus

Os serviços de saúde da Estremadura espanhola vão acompanhar de perto a situação epidemiológica em Villanueva del Fresno, um município de Badajoz, que faz fonteira com Reguengos de Monsaraz.


Se a análise epidemiológica detetar "algum risco" para a população, e sem invadir as competências de Portugal, poderá ser decidido um isolamento social nesta zona sanitária, disse o conselheiro (responsável) pela Saúde e os Serviços Sociais da Estremadura espanhola, José María Vergeles.

"Mas não creio que neste momento tenhamos de chegar a essa situação", acrescentou.

O anúncio surge depois de, na quinta-feira, dois municípios espanhóis, Villanueva del Fresno e Valência del Mombuey, terem pedido o encerramento da fronteira com Portugal, por causa do surto em Reguengos.

O surto detetado em 18 de junho no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS) já provocou 16 mortos, mas encontra-se, agora, "em resolução", caso não existam novas cadeias de transmissão desconhecidas, refere a autarquia, citando a Autoridade de Saúde Pública. O concelho, do distrito de Évora, continua esta sexta-feira com 131 casos ativos e não se registam novos infetados nas últimas 24 horas.

Controlo "muito rigoroso" durante o fim de semana

O responsável da Junta da Estremadura espanhola disse ter compreendido o pedido e a preocupação dos presidentes dos dois municípios da província de Badajoz e recordou que o Governo regional não tem poderes para fechar a fronteira.

No entanto, José María Vergeles informou que os serviços regionais de saúde vão efetuar um controlo "muito rigoroso" durante o fim de semana da situação epidemiológica na zona sanitária de Villanueva del Fresno, que inclui este município e Valencia del Mombuey.

Na mesma conferência de imprensa, o responsável do Governo da Estremadura anunciou que a comunidade autónoma decidiu impor o uso obrigatório da máscara a partir da meia-noite deste sábado, assim como outras regiões espanholas já fizeram, para todas as pessoas com mais de seis anos de idade, independentemente da distância social de segurança ser respeitada e a fim de evitar a transmissão descontrolada da covid-19.