Coronavírus

Grande Lisboa. 19 freguesias deverão continuar em situação de calamidade

O Governo destaca a eficácia das medidas tomadas.

Especial Coronavírus

As 19 freguesias dos concelhos de Lisboa, Amadora, Sintra, Loures e Odivelas deverão continuar em situação de calamidade.

A informação foi dada por Duarte Cordeiro, membro do Governo que coordena o combate à Covid-19 na região de Lisboa e Vale do tejo.

Duarte Cordeiro esteve este sábado reunido com autarcas, Proteção Civil e autoridades de saúde de Odivelas, onde a situação está agora a estabilizar, com 380 casos ativos.

Governo elogia combate à pandemia em Odivelas

Duarte Cordeiro acredita que as medidas mais restritivas impostas em Odivelas estão a ter resultados positivos.

Face à estabilização da situação, o responsável governamental apontou para a "importância das medidas adotadas associadas ao estado de calamidade, não só pelo impacto junto dos cidadãos na prevenção, como também pelo resultado que permitiu em termos do combate".

Conselho de Ministros extraordinário sobre medidas de desconfinamento na terça-feira

O Conselho de Ministros extraordinário para analisar as medidas de desconfinamento devido à pandemia decorre na próxima terça-feira.

Na reunião do Governo de 25 de junho, foi aprovada uma resolução para dar "continuidade ao processo de desconfinamento iniciado a 30 de abril", na qual foi declarada a situação de alerta, contingência e calamidade consoante o território, a partir das 00:00h do dia 01 de julho e até 23:59h da próxima terça-feira.

Em situação de calamidade ficaram 19 freguesias dos concelhos da Amadora, Odivelas, Loures, Sintra e Lisboa, enquanto restante à Área Metropolitana de Lisboa foi aplicada a situação de contingência (nível intermédio).