Coronavírus

Depois das críticas, os resultados da estratégia de combate à Covid-19 na Suécia

Governo apelou à responsabilidade individual, não houve período de confinamento obrigatório e economia teve recessão nemor que a média europeia.

Especial Coronavírus

Na Suécia, a resposta dada à pandemia foi completamente diferente da dos outros países, o que gerou críticas por todo o mundo.

A taxa de mortalidade foi muito superior à dos países vizinhos. Há 150 anos que não morria tanta gente na Suécia.
Por coronavírus morreram mais de 5.800 pessoas. Mas agora o número de casos e de mortos está a diminuir de dia para dia.

Com o país praticamente em pleno funcionamento, o impacto da Covid-19, na economia, não foi tão grave como a media europeia. Ainda assim foi impossível fugir ao rombo. O PIB no segundo trimestre caiu 8,2%, a maior queda dos últimos 30 anos.

A Suécia é mencionada no último relatório do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças como um dos países onde houve uma diminuição significativa de novos casos, a registar uma redução na ordem dos 30%.