Coronavírus

PCP volta a questionar Governo sobre lares de idosos no contexto da pandemia

NUNO VEIGA

Os deputados comunistas recordam que já questionaram o Governo sobre o assunto no dia 3 de julho.

Especial Coronavírus

O grupo parlamentar do PCP insistiu esta quinta-feira em perguntas ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre a situação dos lares de idosos no contexto da pandemia de Covid-19 e, especificamente, no distrito de Évora.

Tendo em conta a recente morte de 18 pessoas numa instituição do género em Reguengos de Monsaraz, os comunistas questionam o executivo sobre "o cumprimento das regras definidas quanto aos planos de contingência" para as "Estruturas Residenciais para Idosos".

"Que medidas foram tomadas no distrito de Évora para assegurar o cumprimento daquelas regras, quer quanto à definição dos planos de contingência, quer quanto à mobilização dos meios necessários para a sua execução por parte das entidades responsáveis pelos lares?" e "como avalia o Governo a situação no distrito de Évora quanto à adequação dessas medidas face à ocorrência de surtos de Covid-19, bem como quanto à capacidade de mobilização dos meios necessários a dar-lhe cumprimento?", são outras das perguntas.

"Que regras estão definidas para a articulação entre os serviços públicos (quer de saúde, quer da Segurança Social) e as instituições responsáveis pelos lares para assegurar a concretização das medidas previstas nos planos de contingência?", inquiriu ainda a bancada parlamentar do PCP.

Os deputados comunistas recordam que já questionaram o Governo sobre o assunto em 03 de julho e, "apesar de se tratar de uma matéria cuja relevância é inquestionável e de o Governo ter obrigação de agir em conformidade com a preocupação que este problema suscita, a verdade é que o prazo de resposta à pergunta feita pelo PCP foi largamente ultrapassado sem que lhe tenha sido dada resposta por parte do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social".

  • 15:42