Coronavírus

Despesas das famílias portuguesas caíram 15%

Mas registou-se a maior despesa em alimentação em 25 anos.

Saiba mais...

As despesas das famílias portuguesas caíram este ano 15%, em comparação com 2019. No entanto, em 25 anos, nunca gastaram tanto dinheiro em comida.

Foi a única despesa em que os portugueses não pouparam a carteira durante o período do confinamento, devido à pandemia da Covid-19. Só nos primeiros seis meses do ano, foram gastos mais de 6 mil milhões de euros em bens alimentares. Uma subida de quase 5% em comparação com o ano passado.

Um dos serviços mais afetados foi o dos bens duradouros, como por exemplo a compra de automóveis ou casas. Esta diminuição no poder de compra ajudou à quebra histórica de 16,3% do PIB.

Com uma taxa de desemprego superior a 8%, esta é a primeira vez, desde o início do século, em que os gastos das famílias não eram tão baixos.

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes