Coronavírus

Papa Francisco defende que pandemia deve incentivar estilos de vida mais simples

Vatican Media

"De certa forma, a atual pandemia levou-nos a redescobrir estilos de vida mais simples e sustentáveis"

Saiba mais...

O Papa Francisco defende que a pandemia de covid-19 mostrou como a Terra pode recuperar "se permitirmos que descanse" e deve incentivar as pessoas a adotarem estilos de vida mais simples para ajudar o planeta.

"De certa forma, a atual pandemia levou-nos a redescobrir estilos de vida mais simples e sustentáveis", disse Francisco numa mensagem escrita divulgada hoje.

"Já podemos ver como a Terra pode recuperar se permitirmos que ela descanse: o ar tornou-se mais limpo, as águas mais claras e os animais voltaram para muitos lugares de onde antes haviam desaparecido", disse, adiantando que a pandemia "trouxe-nos a uma encruzilhada".

O pontífice exortou as pessoas a aproveitarem a oportunidade para examinar hábitos de uso de energia, consumo, transporte e dieta.

Até agora, "a procura constante pelo crescimento e um ciclo infinito de produção e consumo estão a esgotar o mundo natural", disse.

Francisco saudou as comunidades indígenas que "vivem em harmonia com a terra e suas múltiplas formas de vida''.

Citando as crises sanitárias, sociais e económicas desencadeadas pela pandemia, Francisco disse que esta é a "hora de uma justiça restaurativa".

Os alertas para a fragilidade da Terra é uma marca registada do papado de Francisco, tendo expressado a necessidade urgente de curar e cuidar do meio ambiente numa encíclica de 2015.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino