Coronavírus

"Fatura que poderemos pagar se não pudermos voltar presencialmente à escola é muito grande"

Rita Rogado

Rita Rogado

Jornalista

Numa visita a uma escola no concelho de Lisboa, o ministro da Educação afirmou que nada substitui o ensino presencial. Já o presidente da Câmara Municipal de Lisboa garantiu que as escolas estão preparadas para o regresso das aulas presenciais.

Especial Coronavírus

O ministro da Educação voltou a realçar a importância do ensino presencial e apelou ao cumprimento das regras sanitárias a toda a comunidade escolar.

"Temos um trabalho a fazer com as novas gerações que estão ansiosas para voltar à escola. Sabemos bem que nada substitui o ensino presencial", afirmou Tiago Brandão Rodrigues, em declarações aos jornalistas.

Já o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, garantiu que os estabelecimentos de ensino estão preparados para o arranque do ano letivo, com o regresso dos alunos às aulas presenciais, depois de visitar três escolas de Lisboa.

Na tarde desta quinta-feira, o ministro da Educação e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa visitaram algumas das escolas do concelho. A Escola Básica Arquitecto Victor Palla, na freguesia da Penha de França, foi uma delas. Esteve em obras de requalificação geral e amplicação dos espaços exteriores.

No total, estão submetidas a obras 13 escolas do concelho, um investimento da Câmara Municipal de Lisboa de quase 45 milhões de euros.

VEJA TAMBÉM: