Coronavírus

Polémica nos EUA. Trump admite ter desvalorizado a covid-19

A oposição denunciou a forma como Trump geriu a pandemia.

Especial Coronavírus

É o escândalo do momento nos EUA. Donald Trump admitiu em privado que o novo coronavírus era uma ameaça severa, mas em público desvalorizou a doença e chegou a comparar a covid-19 a uma gripe normal.

As revelações fazem parte de uma série de entrevistas que foram agora divulgadas.

"Mais mortífero do que as gripes persistentes". O que Trump não quis dizer em público

"Eu sempre quis minimizá-lo", disse Trump em entrevista a Woodward, no dia 19 de março. No entanto, afirmou que o fez para não provocar o pânico no país.

Dias antes, tinha declarado emergência nacional nos Estados Unidos.

O jornalista entrevistou-o 18 vezes, entre dezembro de 2019 e julho deste ano.

As conversas, gravadas com a permissão de Donald Trump, serviam de base para o livro do jornalista, "Rage", que vai ser publicado na próxima semana. Estão agora a ser divulgadas pela imprensa norte-americana.