Coronavírus

Oito indonésios obrigados a cavar sepulturas por não usarem máscaras

(Arquivo)

ANTARA FOTO

Situação aconteceu na ilha de Java Oriental, na Indonésia.

Especial Coronavírus

Oito pessoas em Gresik, na Indonésia, foram obrigadas pelas autoridades locais a cavar sepulturas de doentes que morreram de covid-19, como punição de não usarem máscaras faciais em público.

De acordo com o The Jakarta Post, o chefe do distrito de Cerme, Suyono, disse que quem não usar máscara facial em público é obrigado a abrir as covas na vila Ngabetan.

A punição inclui apenas a abertura das covas, não estando os infratores obrigados a participar nas cerimónias fúnebres.

"Há apenas três coveiros disponíveis, então pensei que podia colocar estas pessoas a trabalhar com eles", afirmou Suyono, acrescentando: "Tenho esperança que possa criar um efeito dissuasor contra a violação das regras".

Na Indonésia, quem desrespeitar a obrigatoriedade de usar máscara em público pode ser condenado a pagar multa ou prestar serviço comunitário.

O país regista um total de 228.993 casos do novo coronavírus e 9.100 mortes.

  • 34:18