Coronavírus

OMS fala em propagação "alarmante" da covid-19

Madrid pede ajuda ao Governo para travar a pandemia.

Saiba mais...

A Organização Mundial de Saúde considera "alarmante" o aumento de infeções do novo coronavírus na Europa e há novos máximos diários na Alemanha e na República Checa.

Foram ativadas restrições em vários países para travar o contágio.

Mais de quatro milhões dos casos de covid-19 no mundo são profissionais de saúde

Mais de quatro milhões dos 29 milhões dos casos de covid-19 em todo o mundo são profissionais de saúde, afirmou esta quinta-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS), que apela aos governos para os proteger e manter em segurança.

"Globalmente, cerca de 14 por cento dos casos de covid-19 comunicados à OMS são profissionais de saúde, uma percentagem que atinge 35% em alguns países", afirmou o secretário-geral daquela agência das Nações Unidas, Tedros Adhanom Ghebreyesus, admitindo que não é certo se foram infetados no trabalho ou em casa.

Por isso, a OMS dedica hoje o Dia Mundial da Segurança dos Pacientes aos profissionais de saúde, assinalando que "estão sujeitos a 'stress', exaustão, estigmatização e até violência" e salientando que "uma em cada dez pessoas que são hospitalizadas sofrem uma falha de segurança ou adversidade".

"Este é um problema de todos os países, sejam ricos ou pobres", afirmou Ghebreyesus.

PORTUGAL COM MAIS 10 MORTES E 770 NOVOS CASOS DE COVID-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim desta quinta-feira a existência de um total de 1.978 mortes e 66.396 casos de covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.878 para 1.888 , mais 10 do que na quarta-feira (5 na Região Norte, 2 no Centro, 2 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 1 no Alentejo). É o número mais elevado desde 3 de julho, dia em que foram registadas 11 mortes

O número de infetados aumentou de 65.626 para 66.396, mais 770 casos nas últimas 24 horas. É o valor mais alto desde 16 de abril, quando foram registados 750.