Coronavírus

Gundogan testa positivo à Covid-19 e falha estreia do Manchester City

Rui Vieira

Equipa joga esta segunda-feira contra o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo.

Especial Coronavírus

O médio alemão Ilkay Gundogan, do Manchester City, testou positivo à Covid-19, informou hoje no seu site o clube inglês da Premier League de futebol.

Ilkay Gundogan, de 29 anos, "será agora submetido a um período de isolamento de 10 dias, de acordo com o protocolo de quarentena da Premier League e do governo do Reino Unido", refere o Manchester City.

Gundogan, a quem o clube deseja uma "rápida recuperação", é por isso baixa confirmada na estreia do Manchester City na edição da Premier League, hoje, em casa do Wolverhampton, do treinador português Nuno Espírito Santo, para a segunda jornada.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 957.948 mortos e mais de 30,8 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.