Coronavírus

Publicado em Diário da República diploma que estabelece o desfasamento de horários nas empresas

(Arquivo)

Medida aplica-se a empresas de Lisboa e do Porto que tenham mais de 50 trabalhadores.

Especial Coronavírus

Foi esta quinta-feira publicado em Diário da República o diploma que estabelece a regra de desfasamento de horários nas empresas.

O Presidente da República promulgou o diploma na quarta-feira, sublinhando o carácter temporário da regra.

O objetivo desta medida é evitar aglomerações nos locais de trabalho e haver menor concentração de pessoas que utilizam os transportes públicos durante as horas de ponta.

A medida aplica-se apenas para empresas de Lisboa e do Porto que tenham mais de 50 trabalhadores. E tem como limite março de 2021 e só pode ser prolongada depois de ouvidos sindicatos e patrões.

O Governo fez, aliás, alterações à proposta inicial depois de a ter enviado aos parceiros sociais que levantaram dúvidas quanto à obrigatoriedade ou à forma como os patrões podiam alterar os horários de trabalho.

O diploma clarifica, agora, que só pode ser alterado sem prejuízo sério do trabalhador e garantindo que o horário é estável pelo menos semanalmente.

Veja também:

Aprovado regime extraordinário sobre desfasamento de horários de trabalho

Presidente da CIP critica desfasamento de horários