Coronavírus

Reino Unido não prevê programa de vacinação geral da população contra o coronavírus

Karoly Arvai

O Reino Unido ultrapassou o limiar das 500 mil infeções no domingo, com mais de 42.000 mortes.

Especial Coronavírus

O Reino Unido não vai promover um programa de vacinação geral contra o coronavírus, prevendo vacinar apenas os idosos e às profissões de risco, disse hoje a responsável pelo grupo de trabalho da vacinação.

Nomeada na Primavera pelo governo como presidente do grupo de trabalho de vacinação contra o coronavírus, Kate Bingham disse ao Financial Times que uma vacinação geral da população "não vai acontecer".

"Só precisamos de vacinar todas as pessoas em risco", explicou ela numa entrevista publicada "online" no domingo à noite.

"As pessoas falam sobre o tempo que será necessário para vacinar toda a população, mas isto está errado. Não haverá vacinação de pessoas com menos de 18 anos. Será uma vacina apenas para adultos, para pessoas com mais de 50 anos de idade, e especialmente para o pessoal de cuidados, o pessoal dos lares de idosos e os mais frágeis", disse.

O Reino Unido ultrapassou o limiar das 500 mil infeções no domingo, com mais de 42.000 mortes.

Tal como outros países europeus, está a experimentar um ressurgimento de casos que levou as autoridades a impor novas restrições, tornando as expectativas de uma vacina ainda mais elevadas.

O governo britânico já encomendou dezenas de milhões de doses de vacinas dos vários programas atualmente em curso, nomeadamente os geridos pela Universidade de Oxford e AstraZeneca, e sobre os quais não há garantias de sucesso.