Coronavírus

A fragilidade dos cuidados paliativos em tempos de pandemia

Apenas 30% das pessoas que precisa tem acesso aos serviços.

Saiba mais...

A pandemia agravou os cuidados paliativos prestados em Portugal. Mais de 120 mil pessoas necessitam de apoio, mas apenas 30% tem acesso aos serviços.

A revelação é da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, que critica a falta de financiamento do Governo e a exclusiva atenção dada à covid-19.

Outubro é o mês dos cuidados paliativos e, por isso, a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, que também comemora os 25 anos, lançou a campanha "Ligados para Cuidar" para reforçar a importância deste serviço.

  • 3:19