Coronavírus

Covid-19. Presidente do Vitória de Guimarães e um jogador acusam positivo

PAUL CHILDS

Os minhotos informaram que o plantel treinado por João Henriques mantém a "rotina de treino"

Especial Coronavírus

O presidente do Vitória de Guimarães, Miguel Pinto Lisboa, está infetado com o novo coronavírus, tal como o futebolista Gideon Mensah, anunciou esta quarta-feira o emblema da I Liga portuguesa de futebol no sítio oficial.

O dirigente vitoriano, refere o comunicado, "testou positivo ao SARS-CoV-2 [novo coronavírus]", encontrando-se "assintomático e em isolamento" e "cumprindo o estabelecido no plano de contingência" do clube.

"A deteção deste caso não tem qualquer implicação com o normal curso dos trabalhos da equipa principal de futebol", lê-se na nota publicada.

Os minhotos informaram também que o lateral-esquerdo Gideon Mensah, de 22 anos, testou positivo "nos exames efetuados à chegada a Guimarães", depois de ter representado a seleção do Gana nos jogos amigáveis com o Mali (derrota ganesa por 3-0), na sexta-feira, e com o Qatar (triunfo por 5-1), na segunda-feira.

O Vitória frisou que o jogador está "assintomático" e não teve "qualquer contacto com o grupo de trabalho" após o regresso a Portugal, encontrando-se em "isolamento" depois do teste, algo que o clube impõe para "a reintegração dos jogadores internacionais no plantel".

Os vimaranenses informaram que o plantel treinado por João Henriques mantém a "rotina de treino", com os jogadores, a equipa técnica liderada por João Henriques e o 'staff' de apoio a sujeitarem-se a uma "testagem regular".

Em setembro, o extremo angolano Nélson da Luz, um dos 17 reforços vitorianos para a época em curso, também acusou positivo à covid-19, estando já recuperado.