Coronavírus

Critérios diferentes para os contactos de risco na seleção? DGS recusa diferenças de tratamento

Nenhum jogador da seleção foi colocado em isolamento depois de Cristiano Ronaldo ter testado positivo para a covid-19. A Direção-Geral da Saúde garante que a avaliação de risco na seleção ainda não está concluída e por isso recusa diferenças de tratamento.

Especial Coronavírus

Depois de Cristiano Ronalno ter testado positivo para a covid-19, nenhum jogador da seleção foi colocado em isolamento.

Poucos dias antes o ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, testava também positivo. Os ministros foram todos testados e dois colocados em isolamento por precaução por terem estado sentados ao lado do ministro durante a reunião do Governo, na semana passada.

O mesmo aconteceu no Conselho de Estado. Leonor Beleza e Francisco Louçã ficaram em isolamento porque, mesmo com distância, ladearam Lobo Xavier que tem o vírus.

A indicação, em ambos os casos, surgiu da Direção-Geral da Saúde, que agora garante que não há diferença de tratamento.

A DGS assegura que ainda está a ser feita uma avaliação de risco mais aprofundada para avaliar os contactos dos três jogadores infetados na Cidade do Futebol.